O que um consultor realmente faz?!

MADM Consultoria
MADM Consultoria

MADM Consultoria

O que faz um consultor: O consultor é um profissional que entende muito da sua área de atuação, tanto na prática quanto na teoria e pesquisa dentro do segmento do cliente soluções inovadoras conforme o seu know how, por isso tem diferencial e valor em um mercado tão competitivo.

Por que fazer consultoria: As vezes, uma falha no planejamento estratégico da organização desvia o resultados do objetivo e nem sempre esse erro é tão visível quanto se imagina ou tão simples como acreditamos. Como um consultor é especialista no seu assunto de orientação, ele consegue identificar essas falhas e apontá-las para correção.

O primeiro passo do consultor é entender os problemas que abordam a companhia, as expectativas com a contração, verificar a viabilidade das sugestões que ele acolhe e acompanhar o processo a ser implantado em busca de melhorias. Mas será que o próprio dono do negócio, não poderia encontrar um tempinho para verificar onde esta o erro?

Reed Hall, diretor de tecnologia de áudio na Igreja Lakewood, localizado no Texas, pensa na contratação de um consultor como a adição temporária de mais um funcionário na sua equipe: “Você pode estar a par de todos os problemas que o consultor irá abordar, mas será que tem o tempo necessário para realizar uma pesquisa apropriada, e buscar entender os respectivos cenários atuais? Você já não esta muito ocupado com operações semanais?”

Como escolher o consultor certo?

Uma das maiores dificuldades iniciais é a escolha do consultor, então para selecionar a empresa certa, você pode seguir alguns passos básicos:

    1. Pesquise inicialmente, seja na internet ou pedindo sugestões a contatos que você confia. Leve a sério recomendações pessoais. É importante analisar credenciais, que trabalhos esse consultor tem realizado, se os valores empresa versus consultor estão alinhados, entre outros critérios considerados importantes.

    2. Chame para conversar e analise como a conversa flui. Independente da experiência, não se esqueça que você vai precisar trabalhar em estreita colaboração com essa pessoa durante meses, e em alguns casos, anos. Então é essencial um bom relacionamento.

    3. Fale com antigos clientes. Tente observar se era fácil trabalhar com esse consultor particular. Como foram recebidos as sugestões do cliente? Foi um bom ouvinte? O resultado final foi satisfatório? Trabalharia novamente com este consultor?

Conduzindo o processo

    1. Leve em consideração que o consultor tem que vir para entender sua real necessidade e auxiliar a mapear o cenário atual. Procure ter um objetivo claro de onde quer chegar com o projeto, isso facilita a comunicação entre a empresa/consultor.

    2. Comunique suas expectativas, seja de relacionamento quanto ao aprendizado com o projeto para todos da empresa, essa pequena ação acaba engajando mais os funcionários na causa e livra os corredores de possíveis ruídos.

    3. Não deixe a gestão do projeto apenas com o consultor, atribua um funcionário disposto a apoiar conforme a necessidade do profissional. Documente as decisões tomadas em reuniões e cruze isso com o caminho que esta sendo feito. Falhas de comunicação corrigidas tarde demais podem não apenas prejudicar o projeto, mas também causar prejuízos financeiros e perda de tempo.

E por fim, não queremos dizer que ao trabalhar com consultoria, é garantia 100% de que os negócios vão bem, existe uma série de fatores por trás, mas se a empresa envolveu-se mais cedo, vai estar muito à frente do jogo do que os demais.

Ferramentas para um consultor

Um consultor pode contar com ferramentas que facilitam o seu trabalho na hora de analisar a condição de sua empresa. Essas ferramentas, simples de serem usadas, podem otimizar o trabalho dos consultores, levantando dados e informações importantes que impactarão no planejamento de seu negócio.